home Viagens Visita: Chocolate da Ilha

Visita: Chocolate da Ilha

A Revista Mundo Alérgico esteve visitando, em Florianópolis, há poucos dias, as instalações da fábrica de chocolates “Chocolate da Ilha”. Este é o tipo de visita que sempre nos agrada. Além de ser um dos melhores chocolates sem glúten e sem lactose, feitos com cacau 50%, 70% e recentemente 85%, tem uma apresentação que vem melhorando, e uma variedade de itens que nos agrada muito.

Claro, consumimos o chocolate com regularidade e gostamos particularmente das trufas. Nossas preferidas são quase uma unanimidade entre a equipe da revista. Trufa de coco, de castanha, a tradicional, a de amendoim, certamente estão entre os principais pedidos, mas temos as de abacaxi, de morango, de maracujá, de café e outras mais.

Na visitação, chegamos bem na hora do acabamento das trufas de morango (embaladas na cor vermelha). Renata, a proprietária, nutricionista e responsável pela fórmula bem-sucedida destes chocolates está à direita da foto, em primeiro plano. Diante dela, sobre a bancada, as embalagens de uma novidade: barras de chocolate de 100 gramas (feitas antes apenas com 50 gramas), e a inclusão para este lançamento, do chocolate com 85% de cacau.

Renata nos informou que o cacau é importado da Europa, fruto de uma pesquisa extensa, até ela obter o sabor desejado e na medida certa para o mercado. A fábrica se dedica à fabricação de chocolate de todos os tipos, e para evitar a contaminação do leite, a produção é dividida em dias separados da semana. De segunda à quinta-feira os chocolates sem leite e na sexta-feira apenas, chocolates “ao leite”. Todas as máquinas e equipamentos, bem como utensílios, passam por rigorosa descontaminação para cada tipo de fabricação.

Com estas medidas e cuidados, os chocolates podem ser consumidos com bastante segurança pelos intolerantes à lactose, aos alérgicos à proteína do leite, aos celíacos e aos portadores de sensibilidade ao glúten não celíaca.

Certamente este é um dos produtos recomendados pela Revista Mundo Alérgico, é catarinense e de primeira qualidade!


Fonte/Imagem: Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *