home Alergias, Notícias Os cuidados com a conjuntivite alérgica

Os cuidados com a conjuntivite alérgica

Os cuidados com a conjuntivite alérgica – Os olhos estão em contato direto com o ambiente. Por serem muito sensíveis, por menor que seja, qualquer corpo estranho que entrar nos olhos pode causar incômodo. A conjuntiva, esse revestimento branco que cobre o olho e serve como proteção, além de lubrificar e auxiliar no movimento do globo ocular, pode ficar irritada. A irritação ocorre com algum corpo estranho. Apresenta sintomas que dilatam os vasos da região ocular, causando assim a inflamação da conjuntiva conhecida também como conjuntivite.

Tipos e sintomas

Dentre os tipos de conjuntivite uma das mais comuns é a conjuntivite alérgica, que pode ser isolada, ou acompanhada de rinite alérgica. A conjuntivite alérgica acontece na maioria das vezes por alergia a ácaros, poeira, fumaça, animais domésticos ou pólens. Diferente da conjuntivite viral, que é transmitida de uma pessoa a outra através de um vírus e pode atingir um olho só, a conjuntivite alérgica tem sintomas um pouco mais leves. A coceira é a reação mais destacada, seguida de vermelhidão, lacrimejamento, ardência e incomodo com luz. A dor não costuma ser um sintoma, e sim o desconforto. Essas reações podem variar de leves até mais graves podendo ameaçar a visão.

As conjuntivites alérgicas podem ser sazonais acompanhadas de rinite ou asma, podem ser primaveril ou invernal e papilar gigante.  Esta, associada geralmente ao mal uso de lentes de contato ou colírios. Ao sinal de qualquer reação semelhante a de conjuntivite o ideal é procurar um oftalmologista. Somente ele poderá dar um diagnóstico correto, pois o não tratamento pode agravar a situação. E nunca usar qualquer medicamento sem recomendação médica.

Cuidados

Alguns cuidados podem ajudar a evitar a conjuntivite alérgica como evitar coçar os olhos, lavar as mãos e o rosto com frequência, não compartilhar itens de maquiagem, higienizar regularmente óculos e lentes de contato, manter os filtros de ar condicionado sempre limpos, manter a casa sempre arejada e evitar itens que acumulem poeira e ácaros como tapetes, almofadas, cortinas e bichos de pelúcia, evitar o uso de vassoura, encapar travesseiros, etc. Não use colírios por conta própria, pois pode prejudicar ainda mais.

Existem ainda outros tipos de alergia ocular, como a alergia nas pálpebras e nas córneas, mas isto é assunto para outro post.

+ Sobre Alergias


Atualizado em 25Fev21

Fonte: RMA/Iara da Cunha Bernardes

Imagem: Reprodução


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.